ღ SEGUIDORES ღ

Plantas suculentas são belas em suas variedades de tamanhos, formatos, texturas e cores. O pouco que entendo sobre elas, são de informações que pesquisei. Assim como os nomes e classificações. Já perdi algumas e continuo uma aprendiz, pois parte da experiência, são com as próprias plantas. Tanto as Suculentas como as Folhagens ornamentais tem suas preferências. Cada uma delas ensina: local preferido, ventilação, quantidade de regas, luminosidade adequada, horas expostas ao Sol, temperatura ambiente, solo adequado, boa drenagem e, assim todo cuidado específico com cada uma delas deixa o seu jardim, sua casa um ambiente agradável, uma energia que propõe bela harmonia com a natureza.
ღO AMBIENTE COM VERDE DÁ MAIS VIDA E ENCANTA...POIS VERDE É TUDO DE BOM!

11 de abr de 2009

Sedum nussbaumerianum (Crassulaceae)

As muitas espécies de suculentas e a enorme quantidade e variedades são amplamente cultivadas pelo mundo. O detalhe na busca de querer identificar todas, que tenho em minha coleção, tornou-se uma mania. Assim vou pesquisando e aos poucos chegando ao objetivo. Tenho conseguido identificar e colocado a nomenclatura da maioria. Mas não posso afirmar que todas estão com a nomenclatura certa, pois são baseadas em pesquisa de uma simples apreciadora que tem uma pequena coleção.
Sedum nussbaumerianum (Crassulaceae)

Crassulaceae Sedum nussbaumerianum Bitter
Notizbl. Bot. Gart. Berlim-Dahlem 8: 281. 1923
Fonte: http://www.ipni.org/ipni/plantnamesearchpage.do
Sedum nussbaumerianum - Stonecrop Coppertone
Esta planta foi descoberto por Carl Albert Purpus numa fonte de enxofre em um barranco na Zacuapan em Vera Cruz, no México, em 1906 ou 1907, mas mais tarde foi descrito em 1923 pelo botânico alemão Bitter que o nomeou para a Ernst Nussbaumer, o jardineiro-chefe do Jardim Botânico Bremen, na Alemanha. Foi no cultivo sob este nome, na Califórnia, em 1944, ou talvez já em 1933 como Sedum adolphi e foi re-introduzida pelo Jardim Botânico Huntington através do Instituto Internacional Succulent como ISI 1682, em 1986 a partir de material coletado na natureza por Charles Uhl em 550-600m em um afloramento de rocha perto de Cerro Gordo, Vera Cruz do México em 1978 (HBG 40.419). Esta planta foi dado o nome de marketing por Coppertone Berçário Produtores de Magia de Altadena, Califórnia, em 2002. Hart o falecido Dr. Henk t 'eo Dr. Bert Bleij escreveu a seção Sedum no léxico "Manual Ilustrado de Plantas Suculentas: Crassulaceae" (. Eggli, Urs (ed), Springer Berlin, 2003) e observou esta espécie ser muito semelhante, se não idêntico ao Sedum adolphi porém Robert Clausen em "Sedum da América do Norte do Norte do Planalto mexicano" (Cornell University Press. Ithaca, 1975) listou as vezes confuso, mas taxa em separado. A chave no livro de Clausen distingue Sedum nussbaumerianum  por ele ter flores todos no mesmo plano, pétalas lanceoladas 2,8-3,2 mm de largura; folhas principais 5-8 mm de espessura, convexa e obscuramente carena (keeled) dorsalmente, enquanto ele observou que Sedum adolphi tem pétalas em diferentes níveis cymes, pétalas ovado-lanceoladas, 3-3,5 mm de largura; folhas principais 8-10 mm de espessura e fortemente carena dorsal. Tornou-se naturallized na Sicília e na ilha canária de Fuerteventura.  Esta descrição de Sedum nussbaumerianum é baseada em nossa pesquisa e nossas observações desta planta que cresce na creche, em nosso próprio jardim e em outros jardins.
Fonte: http://www.smgrowers.com/products/plants/plantdisplay.asp?plant_id=3392
SEDUM NUSSBAUMERIANUM 
As folhas de Sedum nussbaumerianum são grossas, aguda, e verde-amarelo. Os cymes aparecer como umbelas, e as flores brancas são em longas, pedicelos delgados. As duas espécies mais semelhantes são S. adolphii e S. lucidum. Sedum adolphii tem mais tempo, as folhas mais amplas destaque carena dorsal e cymes com alongado, eixos primários. Não é conhecido a partir de qualquer localização na natureza e é pouco compreendida. Possivelmente, e S. nussbaumerianum são subespécies de uma única espécie, que devem ser chamados S. adolphii, mas com base na evidência disponível o estatuto destas duas espécies separadas, como é a mesma probabilidade. Sedum lucidum tem brilhantes, folhas verdes, com Cymes alongado, eixos principais, e flores em pedicelos curtos 
Fonte: http://www.crassulaceae.com/botanik/pflanzen/botanzeige_scan_en.asp?gnr=1340&scan=182450-3&cat=5&name=Sedum
Sedum
O termo "Sedum" é tomada a partir da palavra latina "sedo" significa "sentar-se". Isso provavelmente se refere a sua natureza geralmente solo cobrindo e a forma como eles tendem 'para sentar' em rochas, paredes e outros lugares aparentemente não convidativo. Há cerca de 400 espécies diferentes de cultivares e muitos Sedums. Eles variam muito em altura, cor e forma da flor, cor e temporada.
DICAS DE CULTIVO - Eles são cuidados muito fácil tolerar solos pobres e locais secos em pleno sol ou sombra clara.
Fonte: http://www.thesucculentgarden.com.au/sedum.html

"... Nem tudo é dias de sol,
E a chuva, quando falta muito, pede-se
-Por isso tomo a infelicidade com a felicidade
Naturalmente, como quem não estranha
Que haja montanhas e planícies
E quando haja rochedos e erva...
O que é preciso é ser-se natural e calmo
Na felicidade ou na infelicidade,
Sentir como quem olha,
Pensar como quem anda,
E quando se vai morrer, lembrar-se de que o dia morre,
E que o poente é belo e é bela a noite que fica...
Assim é e assim seja..."
(Fernando Pessoa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ღ Obrigada pela visita. Seja sempre bem vindo. ღ Solღ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...