ღ SEGUIDORES ღ

Plantas suculentas são belas em suas variedades de tamanhos, formatos, texturas e cores. O pouco que entendo sobre elas, são de informações que pesquisei. Assim como os nomes e classificações. Já perdi algumas e continuo uma aprendiz, pois parte da experiência, são com as próprias plantas. Tanto as Suculentas como as Folhagens ornamentais tem suas preferências. Cada uma delas ensina: local preferido, ventilação, quantidade de regas, luminosidade adequada, horas expostas ao Sol, temperatura ambiente, solo adequado, boa drenagem e, assim todo cuidado específico com cada uma delas deixa o seu jardim, sua casa um ambiente agradável, uma energia que propõe bela harmonia com a natureza.
ღO AMBIENTE COM VERDE DÁ MAIS VIDA E ENCANTA...POIS VERDE É TUDO DE BOM!

10 de nov de 2012

Echeveria purpusorum (Crassulaceae)

Da minha coleção de plantas suculentas, a Echeveria purpusorum é uma das suculentas preferidas. É uma Suculenta compacta. No início  tinha uma tonalidade puxado para o marrom claro, com pequenas manchas em tom  mais escuro. Conforme seu crescimento, sua coloração tornou-se esverdeada, um verde - oliva em combinação de nuances verde-cinza mantendo as bordas amarronzadas, dando um um aspecto de charme na planta. Me agrada as duas tonalidades. Suculentas dão belas surpresas em suas cores. O caule por ser em espessura ideal, suporta bem a planta, não pende para os lados e se desenvolve uniformemente. (conforme a suculenta se o caule for fino na medida que a planta vai crescendo, com o peso naturalmente se inclina e precisa de um suporte ) Seu crescimento é lento e as características e disposição de suas folhas carnudas formam uma roseta, tornando uma das mais belas suculentas da minha coleção. Deixo no peitoril da janela, onde diariamente toma sol da manhã.
Echeveria purpusorum (Crassulaceae)  
Echeveria purpusorum
Família: Crassulaceae
Nome científico: Echeveria purpusorum A. Berger 
In: Engler Nat. Pflanzenf, ed. 2, vol. 18-A, p. 476, 1930.
Origem: Sul do México, Puebla e Oaxaca (Tipo localidade Puebla: perto de San Luis Atolotitlan)
Habitat: Cresce em áreas muito quentes e secos.
Etimologia: O gênero Echeveria é nomeado após o botânico do século 18 espanhol Atanasio Echeverria Codoy . 
A espécie purpusorum é nomeado após os irmãos Purpus, Carl A. Purpus (1851-1941), um botânico e explorador alemão no México ans EUA e Joseph A. Purpus (1860-1932), horticultor alemão. (Esta espécie foi coletada com ambos trabalhando juntos).
SinônimosUrbinia purpusii Rose In: Contrib. US Nat. Herb., Vol. 13, p. 302, 191 1
Echeveria purpusii K. Schum In: Gartenflora VL (1896) 608, fig. 97
Dudleya purpusii (K. Schum.) Britt. et Rose.
Echeveria purpusorum (normalmente conhecido como um Urbinia) é um dos mais lentos de crescimento das Echeverias e, é necessário cultivá-lo por muitos anos para obter um bom espécime. Seu atrativo está nas folhas lindamente salpicados.
É um dos mais bonitos e distintos de Echeverias por sua folhagem incomum.
Descrição: E. purpusorum é pequeno de crescimento lento e espécies incomuns. Tem suculentas rosetas, até 6-8 cm de diâmetro e de altura, ficam geralmente solitário, mas pode compensar para formar uma moita densa. 
Haste: Muito curto (quase sem caule) pode crescer lentamente até 5-7 cm de altura e cerca de 2 cm de diâmetro.
Folhas: Compacto, curto, e túrgido, ovalada, acuminado, vivaz, um pouco recurvado na ponta, 3-4 cm de comprimento e 1,5 a 2,5 cm de largura, 1 cm de espessura, plano acima arredondado, abaixo imperceptível encurvado na parte de trás, verde oliva ou verde-espinafre, mármore cinza-verde ou branco-verde e salpicado com pequenas manchas irregulares marrom avermelhado-profundo. Margens pontudas translúcido, sem manchas roxo escuro. A epiderme é invulgarmente espessa com células epidérmicas opaco e com poucos estômatos em ambas as superfícies foliares. 
Nota: As plantas que são encontradas em cultivo são bastante uniforme, provavelmente devido à propagação vegetativa de um único original de importação. Quaisquer desvios evidentes a partir da forma padrão, pode-se suspeitar que seja devido ao jardim hibridação, se acidental ou intencional. Numerosos híbridos estão agora no cultivo.
Cultivo: ele pode tolerar sol para sombra, mas em geral quanto mais luz, uma planta leva a melhor, ele irá mostrar suas cores e forma. No entanto, quando se deslocam plantas de condições de pouca luz em pleno sol, muito cuidado com queimaduras de sol. Evitar, mas no caso é mais prático, garantir plantas bem regadas antes de movê-los em um dia nublado. Eles podem tolerar períodos de seca prolongados e sobreviver à seca, sem a necessidade de rega, mas eles vão crescer mais fortes se eles recebem umidade adequada durante a estação de crescimento, evitar que a planta permaneça encharcada (sensível a podridão da raiz ). Use um solo muito poroso, que vai permitir a drenagem rápida. Fertilizantes de liberação lenta com um baixo a moderado teor de azoto são adequados para as safras de primavera e verão, e aplicações de fertilizantes adicionais não são necessários até a primavera. Bom movimento do ar é importante para minimizar os riscos de pragas e doenças, e evitar excesso de umidade em condições de inverno frio, é importante êxito crescente da Echeveria no ambiente de creche. Ele pode tolerar geadas leves, mas durante o inverno é melhor a 5 a 10 °C. 
Com as temperaturas mais frias do outono a tendência das cores da folhagem se tornarem mais intensas do que as do verão, estação de crescimento ativo. 
Propagação: geralmente por sementes, mas se a planta está replantada algumas das folhas de fundo pode ser removido, a fim de tentar propagação da folha, é também uma prática comum para recolher as folhas sobre a haste da flor. No entanto, este não é um dos mais fáceis das espécies de enraizar, muitos desses cortes vai secar sem produzir uma plântula, mas com perseverança é provável conseguir algumas novas plantas. Requer boa drenagem.
Fonte: 

''O belo é uma manifestação de leis secretas da natureza, 
que, se não se revelassem a nós por meio do belo, 
permaneceriam eternamente ocultas.'' (Johann Goethe)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ღ Obrigada pela visita. Seja sempre bem vindo. ღ Solღ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...