ღ SEGUIDORES ღ

Plantas suculentas são belas em suas variedades de tamanhos, formatos, texturas e cores. O pouco que entendo sobre elas, são de informações que pesquisei. Assim como os nomes e classificações. Já perdi algumas e continuo uma aprendiz, pois parte da experiência, são com as próprias plantas. Tanto as Suculentas como as Folhagens ornamentais tem suas preferências. Cada uma delas ensina: local preferido, ventilação, quantidade de regas, luminosidade adequada, horas expostas ao Sol, temperatura ambiente, solo adequado, boa drenagem e, assim todo cuidado específico com cada uma delas deixa o seu jardim, sua casa um ambiente agradável, uma energia que propõe bela harmonia com a natureza.
ღO AMBIENTE COM VERDE DÁ MAIS VIDA E ENCANTA...POIS VERDE É TUDO DE BOM!

21/01/2010

ღIKEBANA(Ideograma,história,descrição,fotos e links)

Olá queridos amigos, enquanto fazia o post anterior, surgiu uma outra idéia, um tema sobre a arte do IKEBANA, também interessante, pelo motivo que desconhecia a sua hístória e origem e durante as pesquisas descobri muitos detalhes, desta sublime e sutil arte. Uma agradável opção de se criar uma arte viva, usufruindo e escolhendo seu próprio material (vaso, flores, folhas e galhos) dentro do conceito de cada estilo, que são vários, cada qual com seu princípio.

http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Ikebana-kanji-3D.png Ideograma da palavra IKEBANA

生け IKE ( VIVO) + HANA (FLOR) = 生け花 (IKEBANA)

obs: o ideograma HANA, quando junta-se ao ideograma 生けIKE, se pronuncia BANA,
a tradução seria Flores vivas...e assim se tratando de uma arte,
o sentido da palavra sugere, ¨ARRANJO FLORAL¨.

*A palavra ikebana é composta por Ike e Hana. Ike origina-se de três verbos: ikeru (colocar ou arrumar flores); ikiru (viver, tornar vivo ou atingir a essência de algo); e ikassu (ajudar a encontrar a verdadeira essência, tornar a vida mais pura). http://www.revistasextosentido.net/news/fj/

Também conhecido como KADOU 花道 o ideograma (FLOR) também se pronuncia KA e o ideograma DOU (CAMINHO ), com sentido de (ensinar) e (método).
Assim, ¨CAMINHO FLORAL¨, é outro termo usado.

*Na língua japonesa, a maioria das atividades, como Judou (Caminho da Suavidade), Kendou (Caminho da Espada), Kadou (Caminho Floral), Sadou (Caminho do Chá) etc, terminam com o sufixo "Dou". Dou significa "Caminho" e isto por si só significa que se trata de uma longa estrada, não existe nada que se possa aprender e se especializar em curto espaço de tempo. http://www.budismo.com.br/faq/faq.php?q_id=73



★A HISTÓRIA DO IKEBANA
Segundo rezam os Anais Históricos do Oriente, o Ikebana teve a sua origem na Índia. Conta-se que, certa vez, Gautama - Buda, viu no chão um galho com flores em botão, quebrado pelo vento. O Buda, cheio de piedade pelas flores, pediu a um dos seus discípulos para pôr o galho na água, para que as flores tivessem mais tempo de vida.“A vida é uma dádiva divina e a suprema beleza das flores deve ser prolongada o mais possível”, foram as palavras de Buda. A partir de então, os seguidores de Buda começaram a cuidar com grande carinho de todas as flores que encontravam caídas nos jardins, fazendo com elas arranjos florais muito singelos, em homenagem a Buda. Estas oferendas - arranjos florais - passaram a decorar os altares dos templos e a fazer parte dos rituais do budismo indiano. Os monges budistas foram aperfeiçoando a sua sensibilidade artística, e chegaram a uma forma de jardinagem, de grande profundidade espiritual chamada Paisagem Seca. Foi na paz e solidão dos templos, que um monge chamado de "ermitão do lago" se dedicou à religião budista a aos arranjos florais. Os seus arranjos depressa se tornaram famosos pela sua beleza e simbologia, e monges de outros templos vinham pedir-lhe que lhes ensinasse esta arte. À arte de criar arranjos florais passou então a chamar-se Ikebana, cuja tradução quer dizer flores vivas. Esta foi a primeira escola de arranjos florais no Japão. O Ikebana começou a desenvolver-se em larga escala durante o séc. XVI. Começaram a ser usados três ramos básicos que significam respectivamente: céu, terra e homem ou sol, lua e terra, e o objetivo do arranjo é expressar o equilíbrio harmonioso da natureza. A forma básica para um arranjo oriental consiste num triângulo irregular, em que as linhas principais são descritas por três caules principais que representam: o céu (shin), a terra (soe) e o homem (hikae). No Ikebana usam-se poucas flores e a simplicidade e harmonia são a maior riqueza do arranjo. Pedras, conchas, areia ou musgo são alguns dos elementos naturais mais utilizados, para se conseguir uma completa harmonia.
Texto retirado do site:


★Após a Segunda Guerra Mundial, o Ikebana - embora mantendo seus princípios básicos - não tem se limitado à tradição, recorrendo-se a quaisquer materiais que o artista julgar capazes de expressar a beleza. Essa modernização valoriza a arte, difundindo-a internacionalmente. No Brasil, as correntes clássica e moderna convivem harmonicamente, e, pouco a pouco, o Ikebana deixa os limites da comunidade nipo-brasileira. Contando com muitas jovens professoras, não saber a língua japonesa deixou de ser empecilho para quem deseja aprender Ikebana.

IKEBANA E ESTILOS
★O Rikka, de acordo com a tradição de ikebana, é fincado em posição vertical; os galhos saem do vaso como suporte para recriar o conjunto da paisagem. No início, tinha forma livre e se utilizava de elementos em sua condição natural. Depois passaram a determinar formas rigidamente estabelecidas e complexas. Modernamente redescobriu-se as possibilidades criativas desse estilo. O Rikka é o fundamento do ikebana, e foi o primeiro estilo a ser consolidado como tal. Dele se originou o Shoka e a partir de seus três elementos (shin, soe, tai), foram criadas as bases do Nagueire e do Moribana. A partir do século XVII, foram dados nomes específicos para cada estilo de arranjo: moribana, nagueire, shoka, jiyuka (estilo livre), guendai-baná (arranjo moderno), zen-eibaná (arranjo de vanguarda), entre outros. No estilo MORIBANA (literalmente, flores empilhadas), arranjam-se as flores e galhos como se os estivesse empilhando. Baseado na estética natural das plantas, este estilo busca expressar a natureza de modo realista, descritivo. Tanto neste estilo como no Shoka, as formas básicas são determinadas por galhos com funções pré-estabelecidas. São três: Shin, Soe e Tai, que formam um triângulo. Shin é o galho principal e determina a forma geral do arranjo. Soe tem a função de apoiar o Shin. O Tai, numa função de complemento, estabelece a harmonia e equilibrio entre Shin e Soe. O SHOKA, com suas formas básicas e determinadas, é a estilização das plantas, da maneira como estas se apresentam na natureza, valorizando o vigor e a versatilidade das plantas. Com os galhos Shin (representativo de homem), Soe (céu) e Tai (terra), o arranjo quase sempre estabelece uma forma de meia-lua. No NAGUEIRE, a forma básica é caracterizada pela inclinação com galhos e flores arranjados em vasos fundos, jarras ou potes alongados. Enquanto no Moribana, os galhos possuem funções pré-estabelecidas, no Nagueire, seu papel é o de proporcionar harmonia entre as plantas e o vaso. Texto baseado no livro "Ikebana, Arte e Criação no Estilo Ikenobo", de Kimiko Abe e Tokuko Kawamura, São Paulo, editado pela Aliança Cultural Brasil-Japão, 1993.
Partes do texto retirado do site http://nikkeypedia.org.br/index.php/Ikebana

A natureza está sempre a mudar, nascem folhas, caem folhas, as flores desabrocham , frutos amadurecem etc. A natureza tem o seu próprio ritmo e ordem O despertar para esta realidade é o primeiro passo do envolvimento no Ikebana.

O Ikebana é difícil?

O facto de o Ikebana ser uma arte como a escultura e a pintura, e equivalente a estas em todas as suas dimensões não faz dele uma arte só para alguns! Na verdade qualquer pessoa com algum tempo e habilidade consegue fazer belíssimos arranjos em pouco tempo. Na verdade, tal como em outras artes, é necessário dominar certas técnicas fundamentais antes de proceder para a criação livre.

De que é feito o Ikebana?

As várias formas de ikebana partilham certas características independentemente da escola e da época em que surgiu. Qualquer tipo de componente da planta pode ser utilizado – ramos, folhas, ervas, musgos, e frutos podem ser usados, assim como flores. Folhas secas, bem como pequenos botões de flores e botões de flores são tão considerados como flores em pleno desabrochar. Quer o trabalho seja composto apenas por um único tipo de material ou por diversos tipos de material , a selecção de elementos para o arranjo requer “olho artístico”. Um arranjo com considerável desempenho técnicocombina materiais de forma a criar uma beleza que não se consegue encontrar na natureza.

Em que difere o Ikebana dos arranjos florais comuns?

– é a sua forma assimétrica bem como a utilização do espaço vazio como aspecto integrante do arranjo na sua totalidade.Também o sentido de harmonia entre os materiais, o contentor e o ambiente são essenciais. Estas características estéticas são comuns a outras artes japonesas como pintura, jardins,arquitectura e design.


MORIBANA Style: The Ohara School

A viragem para o sec XX representou uma revolução nos estilos de IKEBANA . Já nessa altura um passatempo popular, passou a ser considerado fundamental para mulheres sofisticadas.O Senhor Unshin Ohara, professor de Ikenobo em Kobe inventou uma forma de ikebana numa taça e pediu à escola Ikenobo que passasse a incluir este estilo no seu programa. A escola recusou mas autorizou-o a utilizar este estilo numa escola dele se conseguisse arranjar alunos. Uma exposição numa grande loja em Kobe foi um sucesso estrondoso para este novo estilo. A escola Ohara tinha começado o seu próprio caminho.

Outras Escolas ModernasKoshu Tsujii, um entusiasta do Moribana foi convidado a restabelecer uma escola de Ikebana no Templo Daikakuji em Saga, que ainda hoje se chama Saga School. Choka Adachi iniciou a Escola Adachi. Aproximadamente na mesma altura apareceu um novo estilo que começou a despertar a atenção pela sua abordagem livre e colorida. Este estilo acabou por se implementar e a escola Sogetsu foi fundada em 1926. As escolas predominantes nos dias de hoje são: Ikenobo, Ohara e Sogetsu

Partes do texto retirado do site

http://www.aapj.pt/ficheiros_artigos%5CSobreb%20o%20Ikebana.pdf

http://www.neibert.com/FloralDetail/Ikebana_Gallery.html

★Atualmente, no Japão, há cerca de 3 mil estilos,
sendo os mais populares o Ikenobô, o Ohara e o Sogetsu.
http://www.zashi.com.br/zashi_historiajapao/289.php

http://www.neibert.com/FloralDetail/Ikebana_Gallery.html

★Dependendo estilo são utilizados outros objetos. Existem diversos estilos de ikebana.
Só a Associação Ikebana do Brasil tem cadastradas 16 escolas,
a maioria com estilos diferentes entre si.
Fonte: http://www.culturajaponesa.com.br/htm/ikebana.html


http://kojikis.wordpress.com/ikebana-2/

SITES RELACIONADOS

★ Site interessante com uma informação detalhada. Vale conferir.
http://www.japaoonline.com.br/pt/ikebana.htm

★ Indico visitar este site que tem ótimas informações e variadas fotos,.
(algumas retirados deste site)
http://aidobonsai.wordpress.com/category/ikebana/

Exposição de Ikebana
- 12º Festival do Japão
http://www.nippo.com.br/festivaldojapao2009/20090717_ikebana/circuito.html

★ Neste site tem uma explicação figurativa do significado, além de outras informações. http://www.artedeeducarcomarte.com.br/Ikebana.pdf

★ Site onde se ensina a fazer um Ikebana com fotos e explicações.
Aprenda a fazer uma ikebana passo-a-passo
http://www.nippobrasil.com.br/4.ikebana/index.shtml

★Neste site se encontra informações, fotos de Ikebanas e vasos,
além de links para mais informações. Vale conferir
http://ceramica-da-ivhe.blogspot.com/2008/12/ikebana-arte-que-harmoniza.html


http://kojikis.wordpress.com/ikebana-2/



http://www16.ocn.ne.jp/~minotani/new_page_24.htm


http://www.ohararyu.or.jp/members/soka/index.html

http://blog2.yuyu-photo.com/?cid=34964


http://aidobonsai.wordpress.com/category/ikebana/





http://aidobonsai.wordpress.com/category/ikebana/


http://aidobonsai.wordpress.com/category/ikebana/



http://aidobonsai.wordpress.com/category/ikebana/
Tentei resumir o post, até pensei em só colocar links e menos fotos. Mas de tudo que pesquisei , achei melhor colocar alguns itens essenciais. O que acharam deste tema? Será que conheciam essa arte? Se alguém tem conhecimento melhor e pratica essa arte, de opiniões. Será um prazer. Como digo, sou uma eterna aprendiz.

Não tenho postado com tanta frequência e visitado a todos, como gostaria. Mas agradeço a todos os amigos, visitantes e seguidores, pelas visitas e pelos recados. Mesmo daqueles que não podem no momento, compreendo e sei que tenho o carinho. Estou feliz por cada vez mais, conhecer pessoas encantadoras de uma enorme compreensão que ensinam e transmitem com muita sabedoria, humildade, humor, amor e respeito, para com todos. Cada qual com seu carisma e a sua maneira original e espontânea. Admiro, respeito e tenho carinho, por serem de uma personalidade firme e de uma sutileza incrível. Meu muito obrigada a todos por estarem com esta eterna aprendiz.

Um grande abraço e boas vibrações. Com carinho, Sol

9 comentários:

  1. Magnifico!
    Vivo tempos de delicadeza quando venho aqui.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Sol, achei maravilhoso seu post sobre Ikebana - Caminho Floral.
    As fotos são lindíssimas e os sites indicados são um espetáculo.
    Já venho praticando esta arte de montar Ikebanas de forma muito modesta.
    São simplesmente sublimes. Compõem qualquer ambiente tamanho sua simplicidade e beleza.
    Sou aficionada em Kendou ( caminho da espada )
    Hoje comprei duas em miniatura, além do Kadou e Sadou ( caminho do chá ) . Adoro chá e sempre gostei. Às vezes, coloco só um pouquinho de leite e pouquíssimo ou nenhum açúcar. E costumo tomar com torradas, biscoito ou bolo. É muito relaxante antes de dormir.
    Como tem feito muito calor, comprei dois leques muito bonitos, com ideogramas japoneses, e fizeram sucesso de imediato.
    Mas voltando às Ikebanas, só não conhecia as diferenciações : Moribama, Ikenobo, Ohara. São muito, mas muito lindas. Não saberia dizer qual a mais bonita. São perfeitas. Acho que ficaria com todas.
    À propósito, lindos os ideogramas correspondentes às Ikebanas. Maravilhosa a história e descrição.
    Você está de parabéns Soll. Seus posts estão cada vez mais lindos, repletos de muita sabedoria e conteúdo.
    Obrigada por este presente.
    E mais uma vez, obrigada pela lembrança quanto ao lindo selinho.
    Irei postá-lo com muito carinho amanhã, eis que já é 01:07 da madrugada e está chovendo muito. Credo ! Tomara que refresque o tempo um pouco.
    Ps. Não esqueci das fotos dos Bonsais. Promessa é dívida ! Será um prazer.

    Muitos beijos de luz na alma minha amiga.

    ResponderExcluir
  3. Muito legal o tema!
    Desculpe invadir o seu blog, cheguei aqui através do blog da Reyel.
    Parabéns pelo seu blog, antes de tudo.
    Moro no Japão e já participei de várias aulas de Ikebana (aqui Ikebana é feita tanto por homens quanto mulheres. É uma arte que visa aprofundar o sentimento do Belo, interiorizar a beleza das flores.)

    Desculpe postar um link aqui, no meu blog fiz algumas postagens sobre ikebana
    http://mauj77.blogspot.com/search/label/ikebana

    E nesse link são videos que fiz, com fotos que tirei das aulas de ikebana. Tem tb a aula prática filmada.

    ResponderExcluir
  4. Olá Sol,

    Lindas fotos, ikebana é uma linda arte, transmite sensibilidade harmonia

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá amiga! Desculpe-me a demora em te visitar o que para mim é sempre um prazer e não uma obrigação rs...Ando trabalhando até as 22h . Uma vez ganhei um ikebana e foi uma das coisas mais lindas que já ganhei.Sabia mais ou menos o significado. Aqui aprendi muito mais essa arte de harmonizar com equilíbrio e beleza. Parabéns por ser tão dedicada e carinhosa. Sua doçura não tem fronteiras você é um ikebana. bjão

    ResponderExcluir
  6. Brava...tutto molto dettagliato...davvero un bel lavoro!!!
    Ciao
    Vito

    ResponderExcluir
  7. Oi querida, como vai? Andei distante do blog, alguns probleminhas com a internet e tb sem mta motivação prá escrever, mas sempre com o pensamento em vc queria te responder mas tb sou um pouquinho atrapalhada com a internet e só hoje consegui rsrssr. Bom espero que o seu começo de ano tenha sido mto bom e que te traga mtas realizações durante o ano que segue.
    Parabéns pelas mudanças no blog, achei mto interessante o assunto sobre o ikebana.
    Um grande bjo e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  8. Sol querida,estou passando por aqui, para comunicar que estarei ausente por um tempo.Metamorfósica como sou, sempre em tempo de férias necessito fazer
    algumas mudanças na minha casa, na minha vida, e meus Blogs não poderiam ficar de fora(rsrs).
    Quando eu voltar ,estarei por aqui, com certeza, se Deus quiser!
    Um grande abraço!! Rejane

    P.S. O Blog da gula(receitas) permanecerá aberto.


    Meu e-mail para contato estarei deixando no meu BLOG de receitas ok?

    ResponderExcluir
  9. Como falei, o site de receitas está aberto. Bjos

    ResponderExcluir

ღ Obrigada pela visita. Seja sempre bem vindo. ღ Solღ